sexta-feira, 13 de julho de 2007

As mãos da experiência


Eles já não tem o viço da juventude, nem a velocidade de suas pernas, mas lembre-se de que muito tem para contar....e que merecem nosso respeito.

3 comentários:

Claudinha disse...

Olá! Obrigada pela visita. Gostei muito do seu post. Gosto de considerar os idosos e de ser grata por tudo o que nos proporcionaram. Cada ruga traçada pela cartografia da vida é uma benção que deveríamos valorizar. Beijo.

Pensador Louco disse...

Muito tempo atrás me lembro de ter visto um programa no qual isso era discutido. Porque, afinal, muita gente tem a mania de desprezar as gerações passadas olhando pelo que realizam hoje, agora, now. Como em "My generation", julgam os idosos por que precisam de andadores, de cuidados mais intensos, ficam falando por horas até notarem que a platéia já dispersou.

Mas, ao contrário da apática "juventude" que hoje prolifera no mundo, e que, pelo menos no Brasil/ocidente, não tem que lutar por quase nada, e já encontrou o pacote pronto ao nascer, os "velhos" de hoje criaram esse mundo para ela.

Eles lutaram as guerras.
Eles mudaram os pensamentos.
Eles quebraram as regras.
Eles depuseram déspotas.
Eles foram os verdadeiros rebeldes.

E portanto merecem muito mais respeito, reverência e admiração do que simplesmente comentários como: "Pow aê, meu vô foi rípi, que parada de otário, aew!"

Ao contrário das gerações de hoje (nas quais me incluo), que só sabem assistir estáticas ao mundo passar.

Adorei teu post! Beijão e bom fim de fim de semana.

Alma da Lua disse...

Amei, linda foto e lindas palavras ...

Related Posts with Thumbnails